“É livre a manifestação do pensamento e da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sendo vedado o anonimato. (CF 88).”

13 de abr de 2013

Transplante de útero reacende as esperanças de mulheres que não podem gerar um bebê


A gravidez de dois meses da turca Derya Sert, de 22 anos, vem sendo comemorada não apenas por seus familiares, mas também pela comunidade médica. Ela é a primeira mulher a receber um útero de um doador que havia morrido, após um bem-sucedido transplante.” 



Turca é a primeira com útero transplantado a ficar grávida 


Seu caso foi descrito como "um milagre médico". Segundo seus médicos, essa gravidez reacende as esperanças de mulheres em todo o mundo, que não podem gerar um bebê. 

O transplante foi feito em agosto de 2011 no Hospital Universitária de Akdeniz, no sul da Turquia. A equipe médica decidiu fazer fertilização in vitro apenas um ano e meio depois, para garantir que o útero transplantado seguia funcionando normalmente. 

Sert nasceu sem útero, como ocorre com uma em cada 5 mil mulheres. 


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você poderá deixar aqui sua opinião. Após moderação, será publicada.

Contador de caracteres