“É livre a manifestação do pensamento e da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sendo vedado o anonimato. (CF 88).”

13 de set de 2010

Census is a joke?

Censo ou piada do IBGE ?



Este é o depoimento de um amigo, portanto, tem crédito; por isso o coloco aqui.Também achei poucas as perguntas que me fizeram. O entrevistador disse que somente alguns questionários eram completos. Que censo é esse? Parece mais uma pesquisa do Ibope.Em tempo: jamais fui entrevistada pelo Ibope e tenho 63 anos de idade.  
           “Pois é meus amigos, participei do censo (?) do IBGE. Nunca vi coisa tão ridícula. É uma piada.
           Perguntaram se o apartamento era meu. Se estava pago. Quantos banheiros tinha. Quantas pessoas moravam nele. O meu nome  e o da Nilva. O mês e o ano em que nascemos. Quanto nós ganhávamos. Se eu me considerava branco. E só.
         Não perguntaram se eu era solteiro, casado, divorciado ou viúvo. Se tinha filhos. Qual a minha nacionalidade. Qual o meu grau de instrução. Se eu era analfabeto. Se tinha curso superior. Em que eu tinha me formado. Se trabalhava ou era aposentado. Qual a minha profissão. Qual minha religião. Absolutamente nada.
         Surpreso perguntei ao entrevistador como fariam uma análise do País só com aquelas perguntas ao que o entrevistador me respondeu que só 5% dos entrevistados recebiam o formulário completo.
         Ora, cinco por cento não é censo. É simplesmente uma pesquisa, que não mostra de maneira nenhuma a realidade do País.
         Donde se conclui que os dados finais a serem auferidos pelo censo do IBGE serão fajutos e não corresponderão à realidade. Consequentemente, é mais uma forma de desperdício do dinheiro público.
         Se é para fazer uma pesquisa, não há necessidade de gastar milhões de reais, contratando dezenas de milhares de entrevistadores. Basta contratar e gastar 5% dos recursos utilizados.
         Se gastaram todo esse dinheiro e contrataram todas essa pessoas e se elas estão visitando todas as residências, porque não aplicar o formulário completo, que daria uma visão corretada situação do País?
         Realmente, não dá para entender. É mais uma prova da falta de seriedade e competência dos nossos governantes.” (C.C.)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você poderá deixar aqui sua opinião. Após moderação, será publicada.

Contador de caracteres