“É livre a manifestação do pensamento e da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sendo vedado o anonimato. (CF 88).”

2 de nov de 2011

Quem sempre brincou com a saúde dos outros foi o próprio Lula que deveria, agora, provar da “perfeição” da nossa saúde pública.


 “Será que aqueles que se sensibilizam com a doença do ex-presidente, agora, estavam tão preocupados assim com os milhões de brasileiros que sofrem diariamente nas precárias condições dos hospitais públicos, muitos morrendo desnecessariamente,   enquanto Lula repetia aquelas atrocidades                                       com fins eleitoreiros?”( Rodrigo Constantino)


 

Enviado por ARIQUEMES2007RO em 11/01/2011

Caos no sistema de saúde em Rondônia -- Reportagem JN no AR -- Hospital João Paulo II em Porto Velho.
A reportagem da Rede Globo, no Jornal Nacional desta terça-feira (11/01), mostrou a realidade do maior hospital público do estado de Rondônia, o João Paulo II, a convite do novo Governador, Médico Confúcio Moura - (PMDB), que recentemente declarou estado de calamidade pública nas unidades de saúde do Estado.

O câncer de Lula

Rodrigo Constantino
Poucas horas após o anúncio oficial da doença do ex-presidente, uma campanha se espalhou pelas redes sociais. Ela cobrava coerência do ex-presidente, pedindo que ele buscasse tratamento no SUS, uma vez que foi ele mesmo quem afirmou que nosso sistema de saúde pública era quase perfeito. Eu dei meu apoio a esta iniciativa, que gerou forte reação de muitas pessoas, alegando que não se deve “brincar” com a saúde alheia. Pretendo justificar minha postura com mais argumentos, até porque há gente desonesta espalhando mentiras por aí e distorcendo tudo sobre o assunto.*
Em primeiro lugar, acredito que quem sempre brincou com a saúde dos outros foi o próprio Lula, inclusive quando fez declarações absurdas como esta da “perfeição” da nossa saúde pública, ou quando disse que dava até vontade de ficar doente para ser atendido por uma UPA. Trata-se de piada de mau gosto, um escárnio que machuca todos aqueles que dependem efetivamente do SUS. O que a campanha intencionava, portanto, era expor esta hipocrisia, esta incoerência do maior populista que este país já teve, disposto a qualquer tipo de bravata verborrágica para ficar no poder. Será que aqueles que se sensibilizam com a doença do ex-presidente agora estavam tão preocupados assim com os milhões de brasileiros que sofrem diariamente nas precárias condições dos hospitais públicos, muitos morrendo desnecessariamente, enquanto Lula repetia aquelas atrocidades com fins eleitoreiros?
Ler artigo completo:




A saúde “à beira da perfeição”, segundo Lula
25/08/2010
A nova divulgação da permanente crise na saúde e a lotação das emergências é boa, especialmente em época de eleição. Mostra que todos os que governam, seja município, Estado ou União, não têm cumprido as suas promessas de priorizar a saúde. Aliás, uma promessa permanente em todas as eleições, que se repete agora. Se os eleitos cumprissem o que dizem já teríamos uma saúde à beira da perfeição. Perfeição esta exaltada por Lula justamente quando veio inaugurar a nova emergência do Conceição, superlotada.
Ler mais em:




Nota 
Alguém está desejando a cura de Mendes Ribeiro? E de todos os brasileiros doentes?
Eu estou!
Desejo a cura de Lula, também! 

Mas fato é fato!( lenibeatriz)



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você poderá deixar aqui sua opinião. Após moderação, será publicada.

Contador de caracteres