“É livre a manifestação do pensamento e da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sendo vedado o anonimato. (CF 88).”

18 de out de 2012

Jovem sai do coma quando médicos se preparavam para remover órgãos

A jovem se recupera bem 
e já pode andar e falar.

O caso de Carina provocou um amplo debate público sobre a doação de órgãos e a eutanásia. Muitos doadores de órgãos no país retiraram a autorização com medo que os médicos ajam de forma prematura. A família da jovem está processando o hospital alegando que os médicos se precipitaram ao falar sobre a doação, segundo reportagem do "Daily Mail". O hospital alega que não houve erro de avaliação do quadro de Carina e que em momento algum anunciaram oficialmente a morte cerebral.


***

Os médicos acreditavam que Carina Melchior, de 19 anos, estava praticamente(?) com morte cerebral e já se preparavam para retirar os órgãosda jovem para doação, seguindo autorização da família, em um hospital de Aarhus (Dinamarca). 

Só que pouco antes de os médicos iniciarem os procedimentos, a jovem saiu do coma!


Leia matéria completa em:



Nota: grifo da editora

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você poderá deixar aqui sua opinião. Após moderação, será publicada.

Contador de caracteres