“É livre a manifestação do pensamento e da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sendo vedado o anonimato. (CF 88).”

28 de dez de 2010

Exploração política vulgar e mesquinha

________________________
“Mas isso não vai me impedir de apontar uma exploração política vulgar, mesquinha, da doença. Ainda que o procedimento conte com o apoio do doente e de sua família.Eu analiso discursos políticos de figuras públicas. Não sou nem bom nem mau. Procuro apenas ser preciso.”Reinaldo Azevedo

Ainda aquela foto. Então vamos falar tudo; tudo mesmo! Ou: além do sentimento, a estética também é de segunda mão
Indecente, sim!
Indecoroso, sim!
Imoral, sim!
Aético, sim!
O afeto não requer estrutura de marketing para que possa se exercer. Se a visita era dos cidadãos Luiz Inácio e Dilma, então a população não tem nada com isso. Eles e o doente têm direito à privacidade. Se a foto é divulgada pela Secretaria de Comunicação do governo, com a assinatura do fotógrafo oficial do Palácio, então se trata de um discurso obviamente político, e o meu papel — na verdade, a minha obrigação — é acusar a patranha sentimental, ainda que, em algum lugar de suas respectivas consciências, Lula e Dilma possam estar sinceramente tocados pela doença do vice.
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/ainda-aquela-foto-entao-vamos-falar-tudo-tudo-mesmo-ou-alem-do-sentimento-a-estetica-tambem-e-de-segunda-mao/

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você poderá deixar aqui sua opinião. Após moderação, será publicada.

Contador de caracteres