“É livre a manifestação do pensamento e da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sendo vedado o anonimato. (CF 88).”

11 de abr de 2014

Imprensa obediente


IMPRENSA GAÚCHA SE MOSTRA SUBSERVIENTE E LEVA LIVRE O EMPRESÁRIO JORGE GERDAU JOHANNPETER NO FORUM DA LIBERDADE SOBRE O CASO DA COMPRA DA REFINARIA DE PASADENA PELA PETROBRAS

O empresário Jorge Gerdau Johannpeter mostrou que tem o controle de todos os jornalistas do Rio Grande do Sul, nesta quarta-feira, durante o 19º Fórum da Liberdade, em Porto Alegre. Os jornalistas o livraram de perguntas indeclináveis sobre o papel inacreditável que ele desempenhou no Conselho de Administração da Petrobras, ao aprovar a ainda mais inacreditável compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Jorge Gerdau Johannpeter, do topo da arrogância, foi imperial ao dizer que não falava sobre o tema "Petrobras". Como assim? Ele foi conselheiro da Petrobras durante 13 anos, só foi defenestrado do posto na semana passada, e pensa que vai passar batido sobre o assunto, sem ter "nada a declarar", como diziam os generais durante a ditadura militar? E não apareceu um jornalista sequer para perguntar se ele aprovaria o mesmo negócio no grupo industrial dele. Jorge Gerdau Johannpeter ainda integra o governo de Dilma Rousseff pretendendo ensinar como se deve administrar o setor público com regras de governança originárias do setor privado. Para isso ele é o dono todo poderoso, no Brasil, do famigerado PGQP (Programa de Qualidade e Produtividade. Essa iniciativa assina contratos com uma grande gama de orgãos públicos e governos, sem licitação, apossando-se de dados públicos da mais alta relevância e sigilos, e o seu grande patrono dá os exemplos de cuidados com o dinheiro público que ele deu na Petrobras? Ora, Sr. Gerdau, o Senhor tem muito que falar sobre esse assunto, tem muito a explicar. De outro modo, como o Senhor pretenderá que alguém compre uma só ação de seu poderoso grupo do aço? Mas, se Jorge Gerdau Johannpeter, o barão do aço brasileiro, nega-se a falar à sociedade gaúcha e brasileira por meio da imprensa, que também se nega a cobrar dele as explicações devidas, ele talvez não consiga escapar de dar explicações na Justiça, onde é muito possível que venha a terminar esse escabroso negócio da Petrobras. Jorge Gerdau, de 76 anos, continua no governo Dilma, já que participa do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Presidência da República e preside a Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade, órgão diretamente subordinado a Dilma Roussef. Gestão, Desempenho e Competitividade, é mesmo Dr. Jorge? É de morrer de rir, se não fosse trágico. Como membro do Conselho de Administração da Petrobrás, Jorge Gerdau, no ano da venda fatídica da refinaria Pasadena para a Petrobrás, levou para casa US$ 176 mil, R$ 401 mil em valores de hoje, sem contar auxílio moradia e plano de saúde, além de ajuda-educação, como membro do Conselho de Administração da Petrobras. Foi regiamente pago pelos brasileiros para fazer o papelão que fez, aprovando o escabroso negócio que aprovou. E ainda acha que não deve dar explicações. É isso que o Senhor entende sobre a esfera do "público", Sr. Jorge Gerdau Johannpeter? E os donos do Fórum da Liberdade não têm sequer o pudor de, ao menos este ano, não convidar o Sr. Jorge Gerdau Johannpeter para falar no evento?

Fonte:


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você poderá deixar aqui sua opinião. Após moderação, será publicada.

Contador de caracteres