“É livre a manifestação do pensamento e da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sendo vedado o anonimato. (CF 88).”

6 de dez de 2012

Punição a José Dirceu inibirá a corrupção no Brasil?


Ong acredita que "Se um prefeito de uma cidadezinha pequena do Brasil, por exemplo, vê que uma pessoa tão poderosa quanto (o ex-ministro condenado no caso do mensalão) José Dirceu pode terminar na prisão,
vai pensar duas vezes antes de cometer um ato de corrupção".
O que você acha? Comente!
Vote! 

Percepção de corrupção melhora no Brasil, mas problema ainda é endêmico, diz ONG


Punição a figuras poderosas como
José Dirceu tem efeito de prevenção?
A percepção da corrupção no setor público do Brasil vem melhorando ligeiramente ano a ano, mas o problema ainda é endêmico no país, na avaliação de um representante da ONG Transparência Internacional.
A organização divulgou nesta quarta-feira( 05.12) um ranking global de percepção da corrupção no setor público que coloca o país em 69º lugar entre 176 países pesquisados.
O ranking é liderado pela Dinamarca, que tem a menor percepção de corrupção do mundo, seguida de Finlândia e Suécia. A Somália é o país com a mais alta percepção de corrupção, segundo a Transparência Internacional (TI).
Apesar de a TI publicar desde 2001 seu ranking de percepção da corrupção, as mudanças na metodologia e no número de países incluídos na lista impedem uma comparação de resultados ano a ano. Mas a organização vê a situação no Brasil com viés positivo.
"A corrupção é algo que sempre houve, não surgiu agora. É um problema endêmico, mas tem havido uma ligeira melhora ao longo dos últimos dez anos. Se o país continuar no caminho atual, com mudanças na lei e castigos aos corruptos, acredito que vai haver uma melhora, refletida no ranking a partir do próximo ano", afirmou à BBC Brasil o diretor da TI para as Américas, Alejandro Salas.
unição
Para Salas, a lei de acesso às informações públicas e a lei da Ficha Limpa são mudanças importantes realizadas recentemente no Brasil para aumentar a transparência e a prevenção à corrupção.
Mas ele acrescenta que punições como a recente condenação pelo STF de réus poderosos no processo do mensalão, ou mesmo a demissão de ministros suspeitos de irregularidades, podem aumentar a percepção do problema por conta de sua exposição na mídia, mas têm também um efeito importante para prevenir novos casos.
"Se um prefeito de uma cidadezinha pequena do Brasil, por exemplo, vê que uma pessoa tão poderosa quanto (o ex-ministro condenado no caso do mensalão) José Dirceu pode terminar na prisão, vai pensar duas vezes antes de cometer um ato de corrupção", afirma.
"A punição é um fator muito importante, porque em muitos países as mudanças positivas na lei não são acompanhadas de punições", diz Salas. Ele cita o caso dos 65 PMs presos no Rio de Janeiro na terça-feira sob a acusação de receber propinas para não reprimir o tráfico de drogas e de vender armas para traficantes como outro bom exemplo para reduzir a sensação de impunidade no país.
Leia matéria completa em:

***



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você poderá deixar aqui sua opinião. Após moderação, será publicada.

Contador de caracteres