“É livre a manifestação do pensamento e da expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, sendo vedado o anonimato. (CF 88).”

2 de jun de 2012

Lula é antidemocrático e arrogante, afirma presidente do PSDB


O presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE), classificou como "antidemocrática" a declaração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que não pode "deixar que um tucano volte a governar" o Brasil. "Primeiro é uma demonstração antidemocrática. Segundo, de profunda arrogância. Terceiro, de total desequilíbrio", rebateu o tucano, em entrevista à Rádio Estadão ESPN, na manhã desta sexta-feira, 1º.

Durante sua participação no programa do Ratinho, exibida ao vivo na noite dessa quinta-feira, 31, Lula afirmou que será candidato ao governo federal em 2014 apenas se a presidente Dilma Rousseff não se reeleger. E completou: "Não posso deixar que um tucano volte a governar." Para o presidente do PSDB, não cabe a Lula decidir quem governa o País. "É questão de quem vota", diz Sérgio Guerra.

O tucano afirmou ainda que as declarações de Lula são uma tentativa "desequilibrada" de atingir o partido. "O presidente tem feito o que está ao seu alcance. Até procurar ministro do Supremo para limpar a barra de seus companheiros. Todos criminosos. O que ele tem feito é isso, jogar baixo contra nós. Com essa absoluta falta de normalidade, de equilíbrio. [É uma] ação desequilibrada de um homem público que só tem feito bobagem", disse, fazendo menção às trocas recentes de acusações entre Lula e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, que diz ter sido pressionado pelo petista a atrasar o julgamento do mensalão.

No programa do Ratinho, Lula evitou falar sobre esse episódio. "Não tenho interesse em falar nisso, enviei uma nota (…) quem acusou que explique", disse.(Estadão)
Via: Jorge Roriz - http://wp.me/p6Q8u-e8X

           
PSOL entra com representação contra Gilmar Mendes

PSOL entrou com uma representação na Procuradoria-Geral da República contra o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, que acusa o ex-presidente Lula de tentar manipular a corte. Em documento, a sigla considera que a “conduta” de Mendes “gera uma nuvem que deve ser dissipada, para manter e preservar a imagem do Supremo”. No último sábado (26), a reportagem da revista Veja informou que Lula havia sugerido a Mendes que adiasse o julgamento do mensalão que, segundo a corte, será realizado durante o segundo semestre deste ano. O magistrado também declarou que Lula insinuou que sabia de suas supostas relações com uma máfia do jogo ilegal que está sendo investigada pelo Congresso e que ganharia projeção na CPMI de Carlinhos Cachoeira, com políticos e empresários. Por sua vez, Lula reagiu com "indignação" e rejeitou a acusação, mas confirmou a reunião com Mendes e assegurou que no encontro também esteve presente o ex-ministro da Defesa, Nelson Jobim, que também desmentiu o magistrado. ( Claudio Humberto)

Viua: Jorge Roriz - http://wp.me/p6Q8u-e8K


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você poderá deixar aqui sua opinião. Após moderação, será publicada.

Contador de caracteres